Nutrição Funcional: Alimentos Não Recomendados

Alguns alimentos podem ser gostosos mas, infelizmente, causam grandes danos à saúde. Saiba quais são eles e evite-os.

Artigo publicado por Camila Flor nas categorias: Nutrição

A nutrição funcional é aquela cujos alimentos ministrados pelo nutricionista fazem bem à nossa saúde, levando em conta o perfil biológico de quem a pratica. Não chega a ser uma dieta, mas sim, uma atitude de reeducação alimentar com acompanhamento de um profissional de nutrição.

Há vários alimentos funcionais que conhecemos bem, como as frutas, verduras, legumes, carnes brancas, arroz integral, aveia, chia, berinjela, açúcar mascavo ou demerara, óleo de coco, azeite de oliva e tantos outros.

Porém, temos de destacar alguns alimentos não recomendados e apontar a razão pela qual não se pode consumi-los. Vejamos quais são:

nutricao-funcional-alimentos-nao-recomendados

Lactose

Lactose é um carboidrato presente somente nos leites de origem animal. Os “leites vegetais”, como o de coco, amêndoas, de arroz ou soja, não possuem essa substância. Então, alimentos que contêm lactose podem causar certo embaraço em quem está se reeducando na alimentação, pois muitos não sabem que têm algum tipo de intolerância à lactose.

Ela provoca alergias que vão desde a rinite e espirros até vômitos e diarreias. Se você adora leite de vaca e percebe que apresenta sintomas como estes, além de sensação de inchaço e flatulência, os médicos recomendam que se suspenda o consumo do leite de vaca e seus derivados. Se as alergias desaparecerem ao longo dos dias em que não houve consumo de leite e derivados, pronto! Você detectou o problema! Continue sem consumir leite. Essas alergias que ocorrem no sistema digestivo irão te atrapalhar, pois alteram muito o funcionamento e a absorção de nutrientes importantes na alimentação funcional. Procure comprar leite sem lactose ou leites vegetais. Estudos revelam que, em média, 70% dos adultos apresentam algum sintoma relacionado com a intolerância à lactose, portanto, veja se você não faz parte dessa estatística.

nutricao-funcional-alimentos-nao-recomendados1

Glúten

Este é um composto de proteínas contidas em alimentos como a farinha de trigo, centeio, aveia, cevada e malte. Então, essa substância, em quantidades altas pode gerar uma hipersensibilidade no organismo que provoca a inflamação das células intestinais e, consequentemente, um aumento de peso. Mais uma vez, esbarramos em um problema semelhante ao caso da lactose. Outa coisa que contém glúten é a cerveja, notem que a maioria dos tomadores de cerveja tem a famosa barriguinha, devido ao que ocorre com o descrito acima. Desse modo, os alimentos que contêm essa substância requerem atenção redobrada para o seu consumo.

Mas há uma infinidade de alimentos saudáveis e saborosos sem glúten, vejamos alguns: batata doce, mandioquinha, fubá, farinha de trigo sarraceno, dentre outros. Não se preocupe, pois você tem uma porção de alimentos para escolher, apenas reduza bastante o consumo de produtos com glúten. Consulte sempre os rótulos, esteja alerta.

Alimentos Industrializados

No entanto, nunca é demais salientar que quem faz uma nutrição funcional, além do já dito, deve ter atenção quanto aos alimentos industrializados, infelizmente, quase tudo de ruim está presente neles. Substâncias como sódio e conservantes alteram muito o funcionamento do nosso organismo, uns retém líquidos, fazendo com que fiquemos inchados, fadigados e cansados fora de hora etc. Sendo assim, a dica é abandonar os industrializados durante a nutrição funcional porque, literalmente, não funcionam bem para nós. Portanto, cuidado para não exagerar no pãozinho francês! Açúcares refinados então: cuidado, só um pouquinho!

Substituições na Nutrição Funcional

Confira as principais substituições alimentares da dieta funcional no post abaixo:

Camila Flor

Autora

Camila Flor cozinha com a sua avó no sítio desde os 5 anos e hoje participa no desenvolvimento de hortas urbanas orgânicas e na popularização da culinária funcional.



Comente!




*Campos obrigatórios