Substituições Na Dieta Funcional

Para não tornar o seu cardápio repetitivo e enjoativo, saiba como substituir os alimentos do seu prato.

Artigo publicado por Camila Flor nas categorias: Nutrição

Você que está batalhando duro na alimentação funcional, seja para perder uns quilos ou para melhorar a sua saúde, provavelmente está precisando de uma lista de substituições. Os nutricionistas funcionais geralmente elaboram listas de substituições para atender os seus pacientes a fim de que seus pacientes ganhem mais disposição com o principal objetivo de melhorar o funcionamento de seus organismos.

substituicoes-na-dieta-funcional1

Principais Substituições

A nutrição funcional defende que devemos ingerir alimentos menos processados e menos inflamatórios, ou seja, a lactose, a gordura trans, o glúten e o açúcar são grandes vilões. COnheça as principais substituições na nutrição funcional:

  • Leite – Leite de Amêndoas ou Arroz
  • Queijo – Muçarela de Búfala ou Tofu
  • Farinha de Trigo – Farinha de Arroz, Farinha de Arroz integral, Farinha de Linhaça, Farinha de Amêndoas (low carb) e Farinha de Coco
  • Chocolate – Chocolate 70% Cacau
  • Óleo – Óleo de Coco (Azeite somente para alimentos que não serão aquecidos)
  • Margarina – Manteiga
  • Açúcar – Açúcar Mascavo, de Coco ou Demerara
  • Temperos prontos – açafrão, pimenta do reino, sal rosa do himalaia, orégano, e outros temperos naturais.
  • Macarrão –  Macarrão de arroz & abobrinha

Sempre que possível, opte pelos alimentos frescos aos industrializados, pois estes são ricos em conservantes e sódio, substâncias maléficas ao organismo.

Verduras e Vegetais

Apesar da nutrição funcional não contar calorias, mulheres nunca deixarão de contá-las, portanto, abaixo estão listadas as porções de em média apenas 20 calorias. Para tanto, veja quanto de cada vegetal ou verduras você poderá comer em cada uma de suas refeições conforme o recomendado pelo seu nutricionista e faça as suas opções:

Vegetais e Legumes menos calóricos

  • Acelga comum – três folhas grandes totalizam 65 gramas;
  • Agrião – um prato raso cheio de agrião picado totalizam 85 gramas;
  • Alface – uma unidade pequena tem em torno de 125 gramas;
  • Beterraba – três colheres de sopa cheia de beterraba ralada, 50 gramas;
  • Cebola argentina – quatro colheres de sopa cheia dela picada, 50 gramas;
  • Cenoura – cinco colheres de sopa cheia picada 52 gramas;
  • Cogumelo em conserva – 5 colheres de sopa cheia, 110 gramas;
  • Couve – duas folhas médias, 100 gramas;
  • Palmito em conserva – uma unidade média, 100 gramas;
  • Pepino – seis colheres de sopa cheia picada, 110 gramas;
  • Pimentão – três colheres de sopa cheias picado, totalizam 35 gramas;
  • Repolho – seis colheres de sopa cheias de repolhos picados 70 gramas e
  • Tomate – quatro fatias grandes 100 gramas.

substituicoes-na-dieta-funcional

Frutas

As frutas são essenciais na dieta funcional e, por isso, devem estar presentes, durante ou após as refeições. As porções indicadas são de, em média, 50 calorias:

Frutas menos calóricas:

  • Manga – uma pequena, 65 gramas;
  • Maracujá – uma unidade média, 50 gramas;
  • Melancia – uma fatia média, 210 gramas;
  • Melão – uma fatia média, 120 gramas;
  • Morango – cinco unidades grandes, 105 gramas;
  • Ameixa tipo Nêspera – cinco unidades, 85 gramas;
  • Pera – uma unidade, 70 gramas;
  • Pêssego – uma unidade, 85gramas;
  • Tangerina – uma unidade, 95 gramas;
  • Uva – oito grãos, 60 gramas;
  • Coco – um pedaço pequeno,25gramas;
  • Goiaba – uma unidade pequena, 50 gramas;
  • Jabuticaba – vinte unidades, 100 gramas;
  • Jaca – cinco bagos, 60gramas;
  • Kiwi – uma unidade, 65 gramas;
  • Laranja – uma unidade pequena, 95gramas;
  • Maçã – uma unidade, 75 gramas;
  • Mamão – uma fatia pequena, 100gramas;
  • Mamão papaya – quatro colheres de sopa cheias picadas, 220 gramas.

Com essas listagens de frutas e vegetais, você terá um ótimo funcionamento do intestino, pois como a dieta funcional se socorre, muito de fibras e alguns farináceos integrais, é importante que você consuma bastantes frutas para lhe ajudar com a digestão. Além delas ajudarem na eliminação de toxinas, melhoram o hálito e até mesmo odores da sudorese, e ainda regulam bem o sistema imunológico e menstrual porque são ricos em ferro e outros minerais que são perdidos “naqueles dias”.

Dicas de uma nutricionista funcional

Camila Flor

Autora

Camila Flor cozinha com a sua avó no sítio desde os 5 anos e hoje participa no desenvolvimento de hortas urbanas orgânicas e na popularização da culinária funcional.



Comente!




*Campos obrigatórios